30/01/2018 - 11:42 | Economia

Bovespa recua com cena externa negativa; Fibria sobe após resultado forte no 4º tri

Na véspera, o Ibovespa caiu 0,97%, aos 84.698 pontos. No ano, há alta acumulada de 10,86%.

O principal índice de ações da B3 recua pelo segundo pregão seguido nesta terça-feira (30), na esteira do viés negativo no mercado internacional, enquanto Fibria era destaque positivo após forte resultado no quarto trimestre e noticiário ligado à atividade de fusão e aquisição, segundo a Reuters.

Às 11h56, o Ibovespa caía 0,62%, aos 84.169 pontos. Veja a cotação em tempo real.

As bolsas europeias e futuros acionários nos Estados Unidos recuavam, assim como commodities como petróleo e minério de ferro.

A equipe da corretora H.Commcor destacou que a correção técnica nos mercados externos nesta terça-feira testa o recente otimismo e rali da bolsa brasileira no ano.

O expressivo fluxo de capital externo, contudo, tem evitado um movimento de ajuste mais significativo no mercado acionário brasileiro, com as entradas líquidas de investidores estrangeiros na bolsa já superando R$ 9 bilhões em 2018, até o dia 26 de janeiro.

Em relatório a clientes, a H.Commcor destaca que, da cena doméstica, o foco agora deve ser no noticiário ligado à reforma da Previdência e nas pesquisas eleitorais.

Na véspera, o Ibovespa caiu 0,97%, aos 84.698 pontos. No ano, há alta acumulada de 10,86%.

Destaques

Fibria subia 1,99%, em meio à repercusssão positiva do resultado do quarto trimestre, com forte crescimento do Ebitda ajustado, além de notícias de que a Paper Excellence estaria interessanda na companhia, a maior produtora de celulose de eucalipto do mundo.

Petrobras PN e ON recuavam 0,71% e 0,88%, em meio à queda dos preços do petróleo no exterior. A petroleira também era destaque no noticiário corporativo com dados sobre reservas e adesão a programa de parcelamento de dívidas, entre outros.

Itaú Unibanco perdia 0,74% e exercia a maior pressão de baixa no Ibovespa, com o setor financeiro de modo geral na ponta negativa. Bradesco PN recuava 0,58% e Santander Brasil, que divulga resultado após o fechamento, cedia 0,76%.

Qualicorp caía 3,67%, maior queda do Ibovespa. Na véspera, administradora de planos de saúde coletivos informou que o Wellington Management Group elevou sua participação para 14.684.048 ações ordinárias, ou aproximadamente 5,08 por cento.

Queda após recorde

O Ibovespa saiu esta semana do patamar recorde de 85 mil pontos atingido na semana passada. Na sexta-feira, subiu 2,21%, a 85.530 pontos, refletindo a reação do mercado financeiro com a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que condenou por unanimidade o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O resultado pode deixar o ex-presidente inelegível nas próximas eleições.

 

Desde o fim do ano passado, a bolsa tem batido sucessivos recordes, beneficiada por um movimento mundial de alta dos mercados de ações, embora haja no Brasil fatores que apontem para uma tendência de volatilidade.

Ibovespa em 2018
Pontuação de fechamento
MAIS DO G1

Milícia 'toma conta' de 21 estações do BRT na Zona Oeste do Rio

Segundo o Ministério Público, milicianos assumiram estações "menos visadas", a maioria entre Campo Grande e Santa Cruz. Tráfico está em outros 3 pontos.

 

AO VIVO: Campus Party 2018

Acompanhe a cobertura em tempo real.

Em Goiás, Temer anuncia R$ 12,5 bilhões para custeio antecipado da safra 2018-2019

Verba é 16% maior do que a antecipada no ano passado. No discurso, presidente defendeu medidas tomadas pelo governo e voltou a pedir apoio para a reforma da Previdência. 

Google lança no Brasil serviço que reúne vagas de emprego anunciadas na internet

Google Jobs permite listar os postos de trabalho mais próximos à casa do internauta.

Despesas estão superando teto e terão de ser cortadas, diz ministro do Planejamento

Dyogo Oliveira afirmou que governo vai anunciar corte no orçamento para que contas se enquadrem na regra do teto, que limita os gastos públicos.

PIB da Espanha cresceu 3,1% em 2017

O resultado global do ano foi levemente inferior aos 3,3% de 2016.

PIB da França cresceu 1,9% em 2017, maior nível em 6 anos

O índice foi motivado principalmente pelos bons resultados do quarto trimestre, quando o país registrou um crescimento de 0,6%.

Financiamento imobiliário voltará a crescer em 2018 após 3 anos, prevê Abecip

Queda do financiamento imobiliário com recursos da poupança foi de 60% nos últimos três anos; juro básico baixo, expansão das cadernetas de poupança e leve recuperação do emprego ajudará, prevê entidade.

Faturamento de shopping centers no Brasil deve subir de 5,5% a 6% em 2018, diz Abrasce

Estão previstas 23 inaugurações de shopping centers em 2018, sendo 17 no interior e 6 em capitais, mas número de lançamentos pode ser menor.

Consultoria estima que Brasil perdeu R$ 2,3 bilhões em um ano com doenças do Aedes

Levantamento mediu impacto direto e indireto de zika, dengue e chikungunya em 2016, ano em que o país teve cerca de 2 milhões de casos relacionados ao mosquito.

Operações

Eldorado e Fibria podem combinar seus negócios de celulose em MS

O montante desses ganhos poderia superar R$ 4 bilhões.

Cresce número de consumidores que conseguem limpar o nome, diz SCP Brasil

É a 1ª alta para os meses de dezembro desde 2014; maior parte das dívidas recuperadas são com bancos.

Bovespa recua com cena externa negativa; Fibria sobe após resultado forte no 4º tri

Na véspera, o Ibovespa caiu 0,97%, aos 84.698 pontos. No ano, há alta acumulada de 10,86%.

Dólar recua ante real acompanhando exterior

Na véspera, o dólar subiu 0,84%, vendido a R$ 3,1665.

Cade aprova compra da Itambé pelo grupo francês Lactalis

Compra foi fechada em dezembro por US$ 600 milhões; empresa francesa também é dona da Parmalat e da Batavo. 

Crescimento da zona do euro atinge máxima de 10 anos em 2017

Em 2017 como um todo, o PIB da zona do euro cresceu 2,5%, disse a Eurostat, expansão mais forte desde a alta de 3% registrada em 2007.

Robô prepara e serve café no Japão

Máquina que substitui barista serve até 5 cafés ao mesmo tempo.

Robô prepara e serve café no Japão

3 min

 

Petrobras encerra inscrições para 672 vagas

Cargos são de nível superior; salários variam de R$ 9.786,14 a R$ 10.544,04.

Principal ativo à venda no RJ, Cedae aguarda comprador após empréstimo de R$ 2,9 bi

Alienação das ações da principal companhia de água e esgotos do Rio de Janeiro é alvo de batalha judicial desde o ano passado. Venda do ativo foi exigido pela União para socorro financeiro ao estado.

Privatizações no Rio Grande do Sul esbarram em aprovação de lei que suspenda plebiscito 

Governo tenta aprovar lei que revoga a necessidade de votação popular para a venda de três estatais. Projeto não foi votado na primeira, nem na segunda tentativa. 

Planos de PPPs da gestão Marchezan incluem iluminação, relógios digitais e lixo urbano

Plano de conceder espaços e serviços para a iniciativa privada em Porto Alegre está saindo do papel. Alguns ainda estão em fase de estudo, mas outros devem ter a licitação lançada ainda no primeiro semestre deste ano.

Carnaval é feriado? Posso emendar sem culpa? Tire dúvidas

Os dias de folia não são considerados feriado, a não ser que haja leis municipais ou estaduais que oficializem a folga; veja se os funcionários podem negociar com a empresa e o que acontece em caso de falta.

Governo de SC tem previsão de privatizar 2 centros de eventos

Prefeitura de Florianópolis quer concessão para parque com marina e parceria público-privada para iluminação pública.

Para vender Anhembi, Prefeitura de SP vai aumentar capacidade de construção: 'Principal meta de 2018', diz secretário

Capacidade de construção vertical do complexo de eventos passará a 1,7 milhão de metros quadrados para atrair interessados.

Governo espera repassar gestão de órgãos públicos e rodovias para a iniciativa privada até o fim de 2018

Projeto de consórcio para a administração do Eixo Anhanguera deve ser o primeiro a sair do papel. Objetivo é reduzir gastos e melhorar o serviço.

RR deve ter setor energético privatizado e implantação de duas parcerias público-privadas em 2018

Leilão da Boa Vista Energia foi anunciado em setembro do ano passado e deve ser concluído em 2018. Já as PPPs são projetos da Prefeitura de Boa Vista.

Rondônia deve receber mais de R$ 12 bilhões em investimentos com privatizações e concessões

Centrais Elétricas de Rondônia e BR-364 estão na lista de concessões previstas. Prefeitura de Porto Velho é uma das capitais com mais projetos para privatizar.

Governo de MT prevê 6 concessões à iniciativa privada em 2018

Principal privatização em MT prevê a concessão de 533 km de rodovias estaduais pelo prazo de 30 anos. O certame estima arrecadação de R$ 1,5 bilhão.

Em crise, RN tem 6 projetos de privatização para ajustar contas públicas

Proposta de alienação de imóveis e ações da Potigás visa garantir receitas ao Estado. Emenda na Assembleia prevê que imóveis só possam ser usados como garantias para empréstimos.   

Governo do ES estuda a concessão do Pavilhão de Carapina e outras parcerias com empresas em 2018

Pelo menos quatro iniciativas estão sendo estudados pelo governo estadual. A concessão do Pavilhão de Carapina, e um projeto para modernizar a identificação civil também estão em pauta.

Prefeitura de Teresina realizará PPPs pela 1ª vez; veja projetos previstos para 2018

Com as parcerias, as empresas privadas são autorizadas a ter um ganho econômico na exploração do serviço por, no mínimo, 5 anos.

Para driblar restrições fiscais, governo do Piauí investe em parcerias público-privadas

Segundo o governo do estado, modelo de gestão com o setor privado pode cortar despesas e garantir investimentos em infraestrutura.

Governo do CE planeja série de privatizações para desafogar contas  

Além da lista de ativos prioritários, secretário cita início do processo de concessão de estradas em 2019.  

Seis projetos desenvolvidos na BA são oferecidos para a iniciativa privada por meio de concessões e PPPs; veja lista

Levantamento do G1 leva em conta projetos do governo do estado e da prefeitura de Salvador.

Pacote de privatizações do governo Temer prevê 75 projetos para 2018

Governo espera arrecadar mais de R$ 28 bilhões com a privatização da Eletrobras, Casa da Moeda e Lotex, além de leilões de aeroportos, ferrovias e rodovias e portos.

Foco das privatizações deve ser  eficiência e não solução de caixa, dizem economistas

Governos federais, estaduais e municipais têm ao menos 238 projetos para oferecer à iniciativa privada, mostra levantamento do G1; para economistas, privatização deve trazer mais investimentos. 

Fabricantes abrem 18,3 mil vagas temporárias para a Páscoa; veja como se candidatar

As vagas são para trabalhar nos pontos de venda. Cacau Show, Lacta, Nestlé, Garoto, Kopenhagen e Brasil Cacau estão contratando.

'Já negociamos tudo o que podíamos', diz Temer sobre reforma da Previdência

Em entrevista ao Programa do Ratinho, do SBT, presidente afirmou que aprovação da proposta não pode passar de fevereiro. Votação na Câmara está prevista para o próximo dia 19.

Reservas provadas da Petrobras fecham 2017 em 12,4 bilhões de barris

Relação entre o volume de reservas e o volume produzido é de 13,5 anos.

M. Dias Branco compra Piraquê por R$1,55 bilhão

Maior fabricante de massas e biscoitos no Brasil, M. Dias Branco diz que Piraquê vai acelerar seu crescimento nas regiões Sul e Sudeste.

Milícia 'toma conta' de 21 estações do BRT na Zona Oeste do Rio

13 min

 

Governo de MT prevê 6 concessões à iniciativa privada em 2018

Principal privatização em MT prevê a concessão de 533 km de rodovias estaduais pelo prazo de 30 anos. O certame estima arrecadação de R$ 1,5 bilhão.

Setrab tem 24 oportunidades de emprego nesta terça-feira em Manaus

Atendimento da Setrab/Sine-AM funciona de segunda a sexta.

Metalúrgico de São Carlos cai em golpe ao tentar comprar viagem pela internet

Ele fez um depósito de R$ 100 antes de descobrir que anúncio era falso.

Instituto Carlos Gomes abre inscrições para cursos de música

Inscrições para testes começam dia 1º de fevereiro. Saiba como participar.

União, estados e capitais somam mais de 230 projetos de privatização no Brasil

Levantamento do G1 lista projetos do governo federal, de 14 estados e DF, e de 8 capitais oferecidos à iniciativa privada; venda de ativos é um dos caminhos para aumentar receitas em meio à crise fiscal.

Sobe para 36 número de mortes por febre amarela em Minas Gerais

Nenhuma das pessoas que morreram foram vacinadas, segundo Secretaria de Saúde; ao todo, 81 casos da doença foram confirmados

Sobe para 36 número de mortes por febre amarela em Minas Gerais

4 min

 

‘É o meu filho gato’, conta dono de animal que usa óculos escuros e que faz sucesso na internet

Gato fez sucesso ao aparecer ao fundo de uma entrada ao vivo do RJTV e é o fiel companheiro do autônomo Alexandre Goulart. Limpo há 24 anos, ele conta que o bichano o ajuda na luta contra as drogas.

‘É o meu filho gato’, conta dono de animal que usa óculos escuros e que faz sucesso na internet

8 seg

 

Doria diz que vai permitir carros de até 8 anos em transporte por aplicativos

voltar