31/10/2017 - 14:12 | Economia

Subsídios pagos via conta de luz devem somar R$ 16,4 bilhões em 2018

Estimativa da Aneel é que cobrança leve a um aumento médio de 2,15% na tarifa de energia no ano que vem. Valor é 26% maior que o cobrado dos consumidores em 2017.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estimou nesta terça-feira (31) que os consumidores de energia terão que pagar R$ 16,431 bilhões nas contas de luz em 2018 apenas para cobrir os custos com subsídios garantidos pelo governo no setor elétrico.

Esse valor será destinado à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), um fundo do setor que financia ações como o pagamento de indenizações a empresas, subisídio à conta de luz de famílias de baixa renda, além da compra de parte do combustível usado em termelétricas que geram energia na região norte do país e programas como o Luz para Todos.

Dos R$ 16,4 bilhões, R$ 12,6 bilhões serão pagos por todos os consumidores, inclusive aqueles que compram energia diretamente das geradoras, oa chamados consumidores livres.

Outros R$ 3,8 bilhões serão pagos apenas pelos consumidores cativos, que são os atendidos pelas distribuidoras de energia, ou seja, residências, comércio e parte das indústrias.

Receitas

O custo total da CDE em 2018 deve ser de R$ 17,994 bilhões, valor 12,5% maior do que o estimado para 2017, que foi de R$ 15,989 bilhões.

Da despesa total, R$ 16,431 bilhões serão pagos pelos consumidores e o restante virá de multas, recursos da Reserva Geral de Reversão (RGR) e do encargo de Uso de Bem Público (UBP).

A proposta da Aneel ainda passará por audiência pública por 30 dias e será votada novamente pela diretoria.

Gastos

O maior gasto da CDE em 2018 será para pagar os descontos tarifários na distribuição, que incluem, por exemplo, desconto para irrigantes. Esses descontos devem custar R$ 6,987 bilhões, aumento de 15% em relação a 2017.

Já o gasto com combustíveis para abastecer as térmicas do chamado sistema isolado – que são regiões no Norte do país que não estão ligadas ao sistema elétrico nacional – será de R$ 5,854 bilhões em 2018, alta de 16%.

 

De acordo com a previsão a Aneel, o custo com a tarifa social, que dá desconto para consumidores de baixa renda, está estimado em R$ 2,530 bilhões em 2018 e o gasto com universalização do serviço de energia e com o programa Luz para Todos deve ser de R$ 1,172 bilhão.

 

 

 

 

 

1
comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

 
 

recentes

populares

  • A Calar
     
    há 39 minutos

    Essa ANEEL é uma Autarquia que só defende direito dos Conglomerados da Produção de Energia. Pode investigar que ali tem maracutaia!!!

     
  •  
     
MAIS DO G1

Itaú fala em 'disposição de crescer' a oferta de crédito

Presidente do banco avalia, porém, que demanda continua fraca e que crescimento ocorrerá primeiro para pessoas físicas que para empresas.

PM tem celular e arma periciados após desaparecimento da namorada

Capitão é o principal suspeito do desaparecimento, segundo o secretário de segurança, Fábio Abreu. Jovem sumiu há quatro dias em Teresina.

Bazar oferece produtos apreendidos pela Receita Federal

Evento inicia nesta terça, 31, e segue até sábado, 4, de 9 às 19h, na Computer Hall, em Belém.

Shoppings do Alto Tietê têm vagas que não requerem experiência; salários chegam a R$ 1,5 mil

Nesta semana há, inclusive, uma vaga de estágio.

Idosa mata marido de 80 anos com golpes de marreta enquanto ele dormia

Crime foi no bairro Vila Popular, em Várzea Paulista (SP). Segundo o relato de parentes à polícia, casal estava junto há 20 anos e não costumava brigar com frequência.

Gilmar Mendes suspende transferência de Cabral para presídio federal de MS

Ministro do STF alegou na decisão que não há justificativa para transferir o ex-governador para a penitenciária sul-mato-grossense. Transferência havia sido autorizada pelo juiz federal Marcelo Bretas.

Reajuste nas tarifas postais dos Correios começa a valer nesta terça

Primeira parcela do reajuste é de 6,121% e tem prazo indeterminado; segunda parcela, de 4,094%, vai vigorar por 64 meses.

'Ele começava a beijar a menina e a gente ficava olhando', diz vítima de abuso de professor em MS

Segundo delegada, foram abertos 8 inquéritos contra o suspeito, que está foragido. Duas jovens teriam ficado grávidas, e uma teria tido filho do professor.

Jovem é estuprada após sequestro de estudantes na saída de universidade de MS

Estudantes foram sequestradas por homem armado no estacionamento da universidade. Estuprador também colocou fogo na caminhonete em que as jovens estavam, diz polícia.

Maior empresa enlatadora de pescados da América Latina paralisa produção em Itajaí

Gomes da Costa produz diariamente dois milhões de latas de sardinha e 500 mil latas de atum.

Empresário é morto a tiros na porta de casa em Poços de Caldas, MG

Polícia investiga suspeitos e motivação do crime. Empresário foi assassinado por suspeito que estava em carro.

Conheça os sinais da dispraxia

Tem gente que esbarra em tudo, derruba tudo, o chamado desastrado. Mas quando isso é um problema realmente motor?

Airbus admite imprecisão em documentos entregues aos EUA

Maior fabricante de aeronaves europeia reconheceu falhas em registros sobre a venda de tecnologia bélica ao país.


voltar