05/08/2014 - 15:54 | Geral

Peças gigantes são transportadas para MS em operação especial

Peças gigantes são transportadas para MS em operação especial

Peças gigantes são transportadas para MS em operação especial

GABRIEL MAYMONE 05/08/2014 15h31 
 


Fotos: Rádio Caçula

As últimas peças gigantes que irão compor a estrutura operacional da fábrica de fertilizantes de Três Lagoas (MS) já estão a caminho de Mato Grosso do Sul. As informações são da Rádio Caçula.

A previsão para chegada ao destino final pode levar até 30 dias. Com a conclusão das entregas das peças, chega ao fim o transporte das 13 peças que estão sendo utilizadas na construção do megaempreendimento.

A maior das duas peças é a absorvedora de CO2, com 52,1 m de comprimento e 493 toneladas. O vaso de separação de gás é uma peça menor, com 148 toneladas, mas mais larga, com 6,95 m. Para garantir que as peças passassem com segurança, foi necessário que Furnas desativasse a energia das torres de transmissão durante algumas horas neste fim de semana.

Para que a balsa com as peças pudesse transpor o canal de navegação de Guaíra, em especial a ponte Ayrton Senna, foi preciso que o reservatório chegasse na cota 219,30.

Com a conclusão da travessia das peças, o trabalho da equipe é recompor as intervenções feitas na malha viária, com ajuda do Foztrans, Guarda Municipal e Marinha, retirar as estruturas montadas para o transporte e fazer a limpeza final.

“A Itaipu deu todo apoio a essa operação nas áreas de sua responsabilidade, que são da margem do Paraná ao aeródromo e na Avenida Tancredo Neves. Nos demais trechos, a responsabilidade ficou com a prefeitura e a Foztrans”, explicou Schwarz.

Peças gigantes
Desde junho de 2013, as 13 peças gigantes, fabricadas na China, chegaram em lotes a Foz do Iguaçu, vindas de Porto Grande (RS), para serem transportadas de balsa pelo reservatório. Elas serão utilizadas na UFN3 – Unidade de Fertilizantes Nitrogenados 3 da Petrobras, localizada na cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul. De Foz do Iguaçu até o destino final, a travessia fluvial demora oito dias, em média.


voltar